14.3.13

Acabou a festa gay

A frase acima, proferida por Jair Bolsonaro, é emblemática.

"Acabou a festa gay" prenuncia o início de uma época triste e carrancuda, em que não há espaço para a festa, para a alegria.

A afirmação declara que acabou o breve sonho de igualdade na sociedade brasileira; que iremos retroceder, conforme esperado de um país com grande riqueza e pequena mentalidade.

O fato dessa declaração vir de dentro da tal comissão de Direitos Humanos nos remete imediatamente à Declaração Universal dos Direitos Humanos, cuja mera leitura nos revela essas novas idéias, revolucionárias e polêmicas, que parecem tão inaceitáveis aos parlamentares brasileiros, mesmo que essa "novidade" esteja por aí desde 1948.

É bom lembrar que esses são parlamentares democraticamente eleitos pela nossa população usando o nosso sistema eleitoral. Ou seja, pagamos o preço de nossas escolhas.

Pensem nisso na próxima eleição.