1.5.08

Cidade Calamitosa: o truque do troco

Um post recente da Bia me lembrou de uma outra safadeza muito comum dos serviços de entrega de gêneros alimentícios: o troco mágico. É assim: você faz o pedido, o total é, digamos, 31 reais e 90 centavos. Você pede pra trazer troco pra 35 reais. Quando chega o entregador, você confere o pedido, entrega 35 reais e espera receber três reais e dez centavos de troco, mas... abracadabra... só aparecem três reais. É mágica!

Isso sempre acontece comigo nos pedidos da Domino's (até parece nome de ilusionista mesmo - O Incrível Dominus!). A desculpa varia entre "esqueci o troco" ou "não me deram o troco na loja". Invariavelmente, tenho que insistir com o entregador para receber os dez centavos. E coitado daquele que vem com o papo de "são apenas dez centavos"; o infeliz é obrigado a ouvir meu discurso "na roleta do ônibus, 'apenas dez centavos' podem te obrigar a ir andando pra casa".

Já liguei algumas vezes pro atendimento da Domino's para reclamar do show de mágica. Sempre procuro deixar claro que o problema não é pagar dez centavos a mais ou a menos, é eles anunciarem um valor e praticarem outro. Se é tão difícil arranjar 10 centavos de troco, mudem o preço oficialmente pra 32 reais logo.

Sou suspeito pra fazer essa acusação, é claro, mas acredito que a culpa dessa prestidigitação toda é do "mago marqueteiro". O imbecil deve ter chegado à conclusão de que R$ 32 seria um valor muito alto, mas que R$ 31,90 teria o "efeito psicológico" de R$ 31, e na prática faria o consumidor pagar sem reclamar o valor desejado pela empresa. Malditos marqueteiros!