14.5.05

WW + CSN = Lula?

"Decerto Getúlio Vargas não se aliou a Franklin D. Roosevelt por convicção democrática. (...) Foi graças à aliança com os EUA que a Companhia Siderúrgica Nacional pôde ser erguida em Volta Redonda. Foi graças à CSN que, onze anos após a guerra, Juscelino Kubitschek pôde implantar a indústria automobilística nacional, matriz de nosso (sub)desenvolvimento. E foi graças à indústria automobilística nacional que Luiz Inácio da Silva pôde tornar-se Lula. Direta ou indiretamente, portanto, o Brasil moderno (sic) nasce da Segunda Guerra."

Raciocínio interessante de Arthur Dapieve na sua coluna em O Globo. Uma certa lógica histórica até simplista, mas com associações incomuns. Depois que se pára pra pensar, até que faz sentido.
Certos textos nos apresentam novos fatos, trazem dados inéditos e despertam conclusões inesperadas. Mas nem por isso são surpreendentes. Parece claro que um tema desconhecido vai gerar um texto repleto de novidades. É quase uma obrigação. Quando isso não ocorre, o resultado costuma ser decepcionante.
Fico maravilhado com aquele texto que se restringe à minha pequena esfera de conhecimento e ainda assim expõe argumentos ainda inéditos pra mim. Frases que despertam a pergunta "por que não pensei nisso antes?". E é justamente aí que reside o mérito delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário