1.5.05

Você conhece a Ilha Encantada?

Pra quem curte histórias sobre adaptações, traduções, dublagens e particularidades da linguagem, esse texto do Pedro Doria é bem bacaninha.

A questão Gancho/Hook é meio complicada. Hook é um nome próprio (ele já era Hook antes de ter o "hook"). Como tal, não deveria ser traduzido, de acordo com o padrão atual. Mas é um nome com óbvias intenções associadas, quase um codinome, nuance que se perderia caso não fosse traduzido (a não ser que imaginemos um público de crianças bilíngües, o que não é o caso). Como esse "codinome" é mais importante para a trama do que saber o sobrenome do cara chamado James, então podemos afirmar sem dúvida que a melhor opção é "Gancho" (por sinal, uma palavra com ótima sonoridade). Taí um bom exemplo de que traduções e adaptações devem ser pensadas caso a caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário