29.6.04

Cada um tem a camisa de super-herói que merece


O rosto está desfocado graças a um efeito do Photoshop chamado "fotógrafo ruim"

O Felipe listou em seu blog as coisas que ele ouve quando usa sua camisa do Super-Homem. Tenho uma camisa da morte do Super-Homem, o que pra maioria das pessoas dá quase na mesma, mesmo que a minha tenha uma mão imensa atravessando o famoso S. Ainda assim, nunca ouvi as mesmas coisas engraçadas que o felipe.
No meu caso, as reações se resumem a três:

1) "Faaaaaaala, Super-Homem!"; sendo que essa é a frase mais ouvida, geralmente proferida por bêbados notívagos que nem me conhecem, mas me cumprimentam como se fosse normal pra eles ver o Super-Homem por aí no meio da madrugada...

2) Crianças imbecis que querem mostar que conhecem o personagem: "Pai, olha o Superômi, olha pai! Paiê, olha lá o Superômi! É o Superômi, pai, olha!..." e por aí vai. Pior ainda quando encontro crianças assim no ônibus. Cada minuto da viagem dura horas.

3) O pior caso. Pais que, por incompetência moral, ficam ameaçando/adestrando as crianças usando o Super-Homem como modelo de comportamento e figura de autoridade. "Pára de chorar, filho! Olha o Super-Homem ali! Vai chorar na frente do Super-Homem, filho?" A frase inicial também pode ser substituída por "devolve esse brinquedo" ou outra variação similar, mas o efeito é o mesmo. Normalmente, quando fecho a cara, o rascunho de genitor pára com a gracinha, mas alguns fingem que a cara feia não é pra eles e ainda dizem pro filho "agora o Super-Homem tá com raiva de você!" e intimidam mais ainda a criança.

Algum dia ainda compro uma camisa do Justiceiro...

Nenhum comentário:

Postar um comentário