2.7.02

Mas os meus cabelos...

Falando em cabelos feios, essa foi a disputa mais difícil para o Brasil nessa Copa.
Ronaldinho veio como favorito ao título, com suas madeixas (?) tratadas na França. Ele esperava competir com as já tradicionais trancinhas verdes dos nigerianos e os coloridos japoneses.
Na busca pelo título, o gaúcho incorporou no visual a mais ridícula mania dessa Copa: os elásticos no cabelo. Para se ter uma noção do quão ridículas são essas coisas, basta dizer que 90% do time argentino usa tais elásticos.
Mas o Brasil não contava com o surpreendente retorno dos moicanos, liderados por Backham, a namoradinha da Inglaterra. A Sandy inglesa conseguiu ser o favorito (?) entre os cabelos mais ridículos, mesmo sendo eliminado pelo Brasil antes da final.
A esperança brasileira criou raízes no cabelo ruim de Ronaldo® (o original). O modelo (?), apropriadamente batizado por Caco Galhardo como "lixinho da pia", deixou estupefatos todos os fãs do futebol e do bom gosto. E com esse penteado (?) Ronaldo® ganhou mais uma disputa para o Brasil e para a Nike, que vai desenhar um novo tênis com design baseado no cabelo do craque.

Frase do dia:
"A Seleção é a barbearia de chuteiras" (JP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário